Passeio Multi-actividades em Pinhel

Organização:  Delfim Paulino e Claudia Lourenço

Quando:  29/04/2006 a 01/05/2006

Relatório:

Pois é malta:


Dada a falta do António no acontecimento-rei deste último fim de semana, terei que ser eu a enviar-vos um relatório do magnífico passeio TT realizado no passado Domingo por terras do concelho de Pinhel.
O encontro foi às 8 "da madrugada" no local da partida onde, o sempre simpático e empreendedor Sr.Delfim nos presenteou com um pequeno almoço de pão regional com queijo e presunto da região.

Claro que (aqui que ninguém nos ouve) houve amigos nossos sem muita vontade de tomar "sumol com presunto" na 1ª refeição do dia, pelo que saíram da residencial com a barriguinha cheia de cafezinho com leite e pãozinho com manteiga ou doce...

Na prova TT participaram dezenas de veículos, desde jipes dos mais variados modelos (imaginem: até havia uma charranca dos anos setenta (Eh!eh!), passando por motos-quatro e motos "normais".
Digo "normais" porque aquelas maquinas infernais, algumas a deverem anos ao ferro velho, pareciam terem vida própria: chegaram a ter o motor submerso nas varias linhas de agua em que passavam e raramente deixavam de trabalhar; quando isso acontecia, era só deixar o motor secar e... toca a andar!

A prova valeu pela parte final já que durante quase todo o percurso, não houve obstáculos de grande dificuldade a ultrapassar e havia imensas paragens: ou para "atestar" nas tascas das aldeias, ou para abrir os motores das motas para lhes tirar a água.

Claro que ao longo do percurso íamos vendo, com cada vez mais frequência, os condutores de motos a ficarem com as faces muito vermelhas e não era do calor!
Milagre conseguirem ainda conduzir um veiculo de duas rodas...

Perto do fim, havia que passar uma zona de água não muito profunda mas com um inimigo que ainda não surgira: a imensa lama !

Com maior ou menor dificuldade, os jipes lá passaram sem ajuda. O meu potente Ranger, sem pneus de terra nem brincos, necessitou de "uma ajudinha" (cof, cof...) para passar, assim como o primo dele, todo artilhado (que vergonha!...)
 Nota do WebMaster:  Não sei a que veículo é que ele se está a referir...

O UMM mais conhecido do universo OBETA, foi bafejado pela sorte e conseguiu passar sem problemas, arrancando calorosos aplausos de toda a assistência!

A prova terminou com um grande repasto, bem regado por sinal. Por vontade do Sr. Delfim, ninguém teria saído de lá sóbrio!
Dado o adiantado da hora da refeição, não chegámos a tomar a desejada banhoca na barragem circundante;
- a barragem de Vascoveiro

E assim terminou mais um divertido passeio !
Para quando o regresso a esta bonita terra para a realização de mais uns eventos radicais, aqui fica a questão?

 

 Saudações Obeticas,

         Orlando Ribeiro Lopes

 

 

 

(Texto de Orlando Lopes, adaptado por Paulo Mazzetti)